Como consumir sorvete sem destruir a dieta

Com o calor do verão, o sorvete é um grande aliado para combater as altas temperaturas. Geladinho, delicioso e com ampla variedade de sabores, o alimento agrada em cheio adultos e crianças. Alimento? Sim, é isso mesmo. A conhecida sobremesa preserva boa parte das propriedades nutricionais dos ingredientes utilizados durante o processo de fabricação, como frutas e leite.

Alternativa

Em hospitais, por exemplo, o sorvete é servido, especialmente, para crianças com dificuldade em se alimentar. Gelado e ótimo analgésico e ainda ajuda a evitar as náuseas provocadas por tratamentos como o de combate ao câncer.

Fonte de cálcio

Os sorvetes Snowfruit feitos à base de leite são uma fonte considerável de cálcio. Este mineral é responsável por desenvolver e manter a saúde dos ossos e dentes, por exemplo.

Também para diabéticos

Os diabéticos podem aproveitar os benefícios desta sobremesa, já que temos opções zero açúcar em nosso catálogo de produtos.

A Snowfruit tipos de sorvete e sabores para todos os gostos. Experimente todos e descubra o seu preferido.

Sorvete pode ser seu prato principal

Como assim?

Sorvete pode ser seu prato principal! Um estudo sobre nutrição infantil foi realizado pela Universidad Complutense de Madrid. Ele afirma que ingerir sorvete por pelo menos três vezes na semana pode ajudar as crianças a suprirem algumas das suas carências nutricionais.

O sorvete é fonte de cálcio, proteínas, lipídios, carboidratos, vitaminas, fósforo e outros minerais. Ele é considerado um alimento completo e extremamente nutritivo. Devido às propriedades nutricionais existentes em sua composição, o sorvete é uma excelente fonte de energia. Ele ajuda a nutrir de maneira atrativa, crianças em fase de crescimento.

E não são apenas as crianças que se podem tirar proveito com o sorvete. Quando ele é consumido com moderação, ele pode trazer inúmeros benefícios à saúde, além de proporcionar uma sensação de prazer extrema aos que consomem.

O valor calórico varia de acordo com a composição. Os chamados sorbets, feitos à base de frutas naturais e água, são mais saudáveis e menos calóricos, pois não possuem gordura. Já os sorvetes de creme e chocolate possuem maior teor de gordura.

A verdade é que não importa qual o sabor e momento, o sorvete é uma delícia é preferência nacional.

Lucre no verão com sua sorveteria

Com a chegada das altas temperaturas, é preciso preparar a sua sorveteria para o verão, afinal é nessa época que o brasileiro mais gosta de tomar sorvetes, cremes de açaí e outros gelados comestíveis. Lucre no verão com sua sorveteria.

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Sorvete (Abis), as vendas de sorvete crescem 56% nos meses mais quentes. É a oportunidade para impulsionar ainda mais o seu negócio: a demanda já existe, é preciso planejamento e criatividade para atendê-la.

COMO AUMENTAR AS VENDAS DA SUA SORVETERIA NO VERÃO?

1) AGILIDADE NA PRODUÇÃO

Produzir com rapidez e qualidade é um desafio das sorveterias durante o ano inteiro, mas, com o aumento da demanda nos dias mais quentes, a agilidade é ainda mais necessária.

A Snowfruit pode te fornecer produtos cuja origem e a qualidade  você pode confiar.

2) CARDÁPIO INCLUSIVO

Inovar no menu de produtos oferecidos é essencial o ano inteiro.

É provável que quem queira se refrescar vá buscar uma sorveteria, mas por que ele deve ir até a sua?

Fique atento às tendências da época e use a sua criatividade para surpreender!

Não esqueça de sempre adicionar ao cardápio opções para pessoas com restrições alimentares, como veganos, intolerantes à lactose, diabéticos, entre outros.

3) DESIGN DE AMBIENTE APROPRIADO PARA O VERÃO

A sorveteria precisa despertar no cliente a vontade de estar lá dentro. Para isso, é essencial decorá-la de uma forma que chame a atenção pelo visual, ofereça conforto e torne a experiência de degustar um sorvete mais prazerosa.

É bom pensar na climatização do ambiente.

A pessoa pode se sentir seduzida a entrar no estabelecimento pelo frescor que um ar condicionado ou ventilador pode oferecer em um dia quente. Mas, cuidado: ela já vai se refrescar com o sorvete, então não deixe o ambiente frio demais!

4) PLANEJAMENTO DE MARKETING

A forma como a sua sorveteria é vista também precisa de uma atenção especial. Invista em materiais de divulgação dos seus produtos, desde embalagens, cardápios e cartazes até posts para o site e redes sociais.

Faça boas fotos e vídeos dos seus produtos (primeiro comemos com o “olho”!). É sempre bom contar com profissionais da área para uma consultoria e orientação sobre como criar esses materiais.

Promoções como cartão fidelidade ou incentivo para trazer amigos e ganhar descontos também são ótimas táticas de marketing. Acompanhe o que a concorrência faz para ver o que pode dar certo ou não para o seu público, mas nada de copiar! Cada solução tem que ser pensada para o seu negócio de forma a diferenciá-lo no mercado.

Gostou das dicas, então é só colocar em prática!

Curiosidades sobre o sorvete

MUITAS CURIOSIDADES SOBRE O SORVETE:

A primeira das curiosidades sobre o sorvete é: Existem diversas versões para a origem do sorvete. A maioria dos historiadores acredita que ele foi criado na China, há mais de 3 mil anos. Nessa época, era uma pasta de leite de arroz misturado com neve, e ficava parecido com uma raspadinha.

O sorvete, na Roma Antiga, era privilégio dos mais ricos. O imperador Nero mandava seus escravos buscarem neve nas montanhas e voltarem o mais rápido possível. Era para que ela não derretesse e desse tempo de ser misturada ao mel e à polpa de frutas.

Muitos chefes de Estado tinham verdadeira fixação por sorvetes. O rei Carlos I da Inglaterra, por exemplo, tinha uma receita de seu sorvete favorito guardada a sete chaves. Ela só foi revelada pelo cozinheiro do palácio com a morte do monarca. Ex-presidentes dos Estados Unidos também tinham suas receitas favoritas e exclusivas. Thomas Jefferson tinha seu próprio sorvete de baunilha. George Washington teria pagado 200 dólares, o que na época era uma quantia considerável, por um sabor exclusivo.

A casquinha caiu no gosto popular em 1904, depois que um imigrante sírio que participava de uma feira de alimentos na Louisiana, Estados Unidos, ficou sem pratos de papel. Para resolver o problema, ele serviu o sorvete em cones feitos de uma massa parecida com o waffle, chamada zalabia. Na mesma época, outros 50 vendedores afirmaram ser os inventores da casquinha pelo mesmo motivo. Uma outra versão diz que o italiano Ítalo Marciony cansou de ver seus clientes quebrarem os copos de vidro em que servia o produto e optou pelo cone crocante.

E NÃO ACABOU:

No Brasil, o sorvete chegou primeiro ao Rio de Janeiro, ainda na monarquia. No dia 23 de agosto de 1834, Lourenço Fallas inaugurou na corte duas casas que vendiam sorvetes e produtos gelados, uma no Largo do Passo e outra na Rua do Ouvidor. Para garantir que o produto não derretesse, comprou 217 toneladas de gelo de Boston, nos Estados Unidos, que foram trazidos para o Brasil por um navio. O gelo foi envolto em serragem e enterrado em buracos – com a técnica, durou 5 meses.

“Sorvetes todos os dias às 15 horas, na Rua Direita nº 14″ foi o anúncio colocado em 4 de janeiro de 1878 no jornal A Província de São Paulo por uma das primeiras sorveterias da capital paulista. Como ainda não existia uma maneira de conservar o sorvete gelado por muito tempo, ele deveria ser consumido logo após o preparo.

O país que mais toma sorvete no mundo é a Nova Zelândia: cada habitante saboreia em média 26,3 litros de sorvete por ano. Os EUA aparecem em seguida, com 22,5 litros, seguidos pelos canadenses e seus 17,8 litros. O Brasil ocupa o 11º lugar no ranking: 4,7 litros por ano. Explicação: o brasileiro considera o sorvete uma “sobremesa de verão”, consumindo pouco o produto em outras épocas do ano.

O sorvete mais caro do mundo foi servido por um restaurante de Nova York pela bagatela de US$ 25 mil. A receita contava com 5 gramas de ouro comestível de 23 quilates.

A banana split surgiu nos EUA, em 1904. David, um aprendiz de farmacêutico, teve a ideia de cortar a banana no meio e colocar sorvete por cima. Tipicamente americana, a sobremesa geralmente é feita com sorvetes sabor creme, chocolate e morango.

Como montar uma revenda de Açaí

Um negócio que vem crescendo muito no Brasil é o açaí. Geralmente ele está sempre  relacionado à alimentação saudável, qualidade de vida, alimentação rápida e prática de esportes. Ele é uma frutinha roxa que parece muito com a jabuticaba e é encontrada em palmeiras no Norte do país. Essa frutinha foi introduzida no mercado nacional nos anos 80, e virou mania entre as pessoas que praticavam atividades físicas, isso pelo fato de ser uma refeição bastante nutritiva.

Em sua forma mais consumida, o Açaí é preparado a partir da polpa da fruta batida com xarope de guaraná. Assim, formando uma pasta parecida com o sorvete. O açaí na tigela pode ser acompanhado de frutas, cereais e doces. Aprenda hoje como montar uma revenda de açaí.

Localização

Para quem quer montar uma revenda de açaí, a localização é fator fundamental. Deve estar alinhada com a estratégia e o perfil da clientela. Uma boa localização favorece o acesso das pessoas, de preferência ela deve estar próxima do local que o público alvo-reside ou em locais de grande frequência de pessoas.

Veja alguns aspectos que devem ser avaliados na hora de escolher a localização da sua loja de açaí:

-Avaliar movimentação do público jovem no local;

-Analisar se o local é um polo gerador de público.

-Segurança;

-Espaço amplo para mesas e cadeiras;

-Local de estacionamento;

A Localização é parte fundamental do composto mercadológico e pode definir o sucesso ou o fracasso do seu negócio, por isso é muito importante dar uma atenção toda especial ao assunto.

Estrutura

A área de atendimento é muito importante para o sucesso do empreendimento e por isso merece um cuidado maior do empreendedor. Se for loja de rua  deve contar com um acesso fácil e amplo, o local de pedido deve permitir o atendimento de forma rápida e sem filas. Se for ambiente interno deve-se atentar para as cores, que não devem ser muito carregadas e de preferência, devem contar com uma decoração temática.

Matéria prima e Mercadoria

A matéria prima utilizada em uma loja de Açaí é representada basicamente pelos diversos itens utilizados no preparo de alimentos derivados do açaí. Já a mercadoria é composta pelos itens que são colocados à venda.

Para definir os produtos a serem oferecidos o empresário deverá pesquisar junto a profissionais do ramo, ouvir potenciais clientes, observar a concorrência e decidir por produtos que podem sofrer ajustes e mudanças no decorrer da experiência da empresa.

Por fim, o importante é oferecer açaí de qualidade aos seus clientes. Já provou  Açaí da Snowfruit? Você vai se surpreender.

Os sabores de sorvete mais vendidos do Brasil

Sorvete é realmente muito bom, disso não há dúvidas. São tantos sabores que fica quase impossível escolher o preferido. Por isso hoje separamos os 7 sabores de sorvete mais consumidos no país, vamos ver se algum deles é o seu!

7- Napolitano

O último sabor trata-se de um sorvete que mistura chocolate, morango e creme e virou tradição porque quem gosta desses três sabores adorou muito.

6- Abacaxi

O sabor tem um gosto agradável, o sorvete caiu bem no gosto do consumidor. Inclusive, você pode encontrar pedaços do abacaxi misturado com o sorvete na maioria dos casos.

5- Creme

O sabor é feito a partir do creme que é obtido na batida do leite, como no caso mistura também a manteiga. O consumidor costuma usar esse sabor para fazer o Petit Gateau.

4- Coco Branco

O sabor que vem desde picolé chegou no formato de sorvete, quando toma o sabor tem aquelas raspas de coco misturada com o sorvete.

3- Morango

Essa deliciosa fruta combinou muito bem com a iguaria que é o sorvete, com isso o sabor virou tradicional pelos consumidores, que frequentam as sorveterias.

2- Flocos

O sorvete mistura a baunilha com chocolate granulado, o sabor realmente é muito bom e muito apreciado nos paladares do consumidor.

1- Chocolate

O sabor é bem tradicional e é encontrado praticamente em todas as sorveterias. O difícil é encontrar um estabelecimento em que não tem esse sabor.

Agora, que você sabe a preferência nacional, conta pra gente qual o seu preferido!

Sorvete sem Restrições

Muitas pessoas precisam de algumas restrições alimentares para manter a saúde em dia. Algumas delas sofrem de intolerância a algum alimento, seja ao glúten, lactose e outras não podem consumir alimentos com açúcar. Mas nem tudo está perdido!

A indústria vem evoluindo bastante para tornar o sorvete em uma delícia totalmente democrática. Hoje você já pode encontrar opções de sorvetes sem açúcar, light e até sem glúten.

Sem Açúcar

Para aquelas pessoas que não podem ingerir açúcar por problemas de saúde ou que têm um foco maior na dieta, facilmente você pode encontrar opções de sorvetes e picolés sem adição desse componente.  A Snowfruit tem a linha de picolé Zero Açúcar.

O frozen é uma opção para quem também quer apreciar um sorvete sem açúcar.

Sem Lactose

Já para pessoas com intolerância à lactose, a opção são os sorvetes e picolés se a atualização do leite. Você já ouviu falar dos sorbets? Eles são produzidos apenas com frutas e água, nada mais. Eles são uma excelente pedida para quem quer se refrescar e não pode ingerir alimentos com a lactose.

Falando em sorbet, você conhece os tipos de sorvete e as diferença entre eles? Clique aqui e leia o que preparamos sobre os tipos de sorvete.

Sorvete de Inhame

Sim, parece muito é estranho, mas é isso mesmo! Sabemos que o inhame é um tubérculo que não tem relação nenhuma com o sorvete, mas na Universidade Federal da Paraíba está sendo desenvolvida uma receita a base de inhame  livre de lactose e de glútem.

As propriedades espessante , estabilizantes e emulsificantes do inhame são muitíssimo semelhantes as gorduras e outros ingredientes usados na fabricação de sorvete. No lugar do leite é utilizada pasta de inhame cozido para aumentar a massa do produto, já para o sabor e textura agradável, outros ingredientes foram adicionados.

Estamos dando passos para tornar o sorvete ainda mais democrático e sem restrições, dessa maneira  todo mundo sai ganhando! E se você quer mais informações sobre a produção de sorvete e outras curiosidades, continue acompanhando o blog da Snowfruit.

 

Sorvete combina com?

Esse post já poderia encerrar aqui, afirmando que sorvete combina com tudo. Mas não é tão simples assim, existem infinitas possibilidades de combinações e apresentações que podem elevar aos céus a simples experiencia de tomar um delicioso sorvete. As combinações são inúmeras, isso ocorre pelo fato do sorvete ser totalmente eclético e haver sorvetes de sabores diversos, inclusive os salgados.

Vamos às combinações!

Caldas: Não importa qual o sabor, essa é uma combinação perfeita. Pode ser a simples calda de chocolate ou até mesmo uma calda com pedações de frutas, esse deve ser o acompanhamento campeão.

Frutas: Essa ideia é uma delícia. Você pode aproveitar um delicioso sorvete de sabor mais cítrico com uma fruta mais adocicada e ter uma combinação de sabores incrível. E para receber os amigos em casa, você pode servir sorvete dentro das próprias frutas, é uma delícia.

Bolos: Nem todo mundo tem os dotes culinários para produzir um Petit Gateau, então você pode aproveitar aquele bolo quentinho com uma deliciosa bola de sorvete. E ser feliz, muito feliz!

Sanduiches: Isso mesmo, um belo sanduíche com recheio de sorvete, é muito refrescante. Para essa maravilha você pode usar biscoitos, rosquinhas, brownie, cookies e waffles.

Farofas: Falando em biscoitos, com eles você pode produzir farofinhas deliciosas para acompanhar o seu sorvete. Essa adição vai fazer sua experiencia mais crocante e divertida. Usar cereal matinal e farelo de passo também uma boa pedida,

Mas se você prefere tomar o sorvete no seu modo “natural”, também não é uma má ideia. O que realmente importa é ser feliz com seu sorvete. Mas para quem quer incrementar, a dica é usar a imaginação com o que você tem em casa.

E para essas aventuras culinárias em casa, o pote de 2 litros da Snowfrui é ideal. Dá pra brincar com a família ou chamar os amigos e brincar de quem faz a melhor sobremesa. O que acharam da ideia?

Como é produzido o sorvete?

Enquanto você se deliciava, já passou na sua cabeça como é produzido o sorvete? No início da sua história, o sorvete era feito com gelo e neve que vinham dos países de clima mais frios. O gelo era misturado com frutas e consumido para diminuir o calor.

No Brasil ele deu as caras em 1834, no Rio de Janeiro. Dois comerciantes traziam gelo dos Estados Unidos e fabricavam sorvete com frutas tropicais. Hoje o processo é um pouco diferente e utiliza de mais ingredientes que tornam os nossos sorvetes mais cremosos e saborosos.

Ingredientes

Hoje o sorvete é feito basicamente com leite, adoçantes (açúcar ou xarope de milho) e gordura de leite. Esse ultimo ingrediente é o responsável por deixar o produto com uma textura mais macia. Dependendo do sabor também são utilizados aromatizantes para dar cheiro e sabor. Em outros casos são adicionados polpa ou suco de frutas.

Processo de produção

Os ingredientes básicos para todos os tipos de sorvete são colocados em uma máquina de grande capacidade que mistura tudo e forma a base do sorvete. Logo depois, esse creme vai para um processo que elimina todos os microrganismos, em uma temperatura de 80 graus.

Para quebrar as partículas de gordura o creme passa pela homogeneização. A massa é impulsionada por tubos fininhos sob alta pressão e é atacada por pistões que diluem a gordura, assim a massa fica homogênea.

Na maturação a massa recebe aromas e corantes naturais e fica em circulação em uma máquina resfriando, no fim o creme fica parecendo um milk shake. Em seguida o produto é levado para uma batedeira que resfria ainda mais o produto e adiciona ar à mistura.

Depois desse processo a massa tem a textura de sorvete de máquina e é nessa fase que são adicionados outros ingredientes como nozes, pedaços de frutas e outras caldas. Por fim o sorvete é embalado e congelado numa temperatura de -35 graus até endurecer.

Esse é o processo da produção de sorvete. Depois de falar tanto dessa delícia, bateu aquela vontade de um Snowfruit, né?

 Os países que mais consomem sorvete no mundo

 

O Brasil é um país onde o verão reina. As praias, clubes, e qualquer outro meio de espantar o calor, ficam lotados na estação mais quente do ano. E com o aumento da temperatura o consumo de sorvete também eleva, mas não o suficiente para fazer o nosso país o campeão no quesito consumo.

Não importa se é picolé ou a tradicional casquinha, sorvete é uma delícia e todo mundo gosta. Mas é certo que existem pessoas que gostam mais e parece que elas estão concentradas em certos países.

Nos últimos anos o consumo de sorvete no país teve um aumento de 80%. Em 2016 foram consumidos no Brasil mais de 1 bilhão de litros de sorvete, numa média de 4,86 litros por pessoa. Embora os números sejam expressivos, o setor deve crescer ainda mais já que vivemos num país com altas temperaturas praticamente o ano inteiro.

Na União Europeia o consumo de sorvete teve um aumento de 10% devido aos recordes de temperatura em 2017. Mas o consumo não aconteceu apenas no verão, mas também em outras estações do ano. Os italianos são os maiores produtores de sorvete da Europa e principalmente lá o produto passa por uma dessazonalização, sendo consumido durante todo ano.

Ranking de Consumo

1º – Nova Zelândia

2º – Estados Unidos

3º – Canadá

4º – Austrália

5º – Suíça

6º – Suécia

7º – Finlândia

8º – Dinamarca

9º – Itália

10º- França

 

O mercado brasileiro de sorvetes só tende a crescer a cada ano, isso é muito bom para quem pensa em ingressar nesse mercado e para os consumidores de se deleitam com essa delícia. E você pensa em ser um revendedor de sorvetes ou apenas quer se dedicar a fazer o Brasil subir mais algumas posições nesse ranking? Seja qual for a sua escolha a Snowfruit ficará feliz em te ajudar.