Como é produzido o sorvete?

Enquanto você se deliciava, já passou na sua cabeça como é produzido o sorvete? No início da sua história, o sorvete era feito com gelo e neve que vinham dos países de clima mais frios. O gelo era misturado com frutas e consumido para diminuir o calor.

No Brasil ele deu as caras em 1834, no Rio de Janeiro. Dois comerciantes traziam gelo dos Estados Unidos e fabricavam sorvete com frutas tropicais. Hoje o processo é um pouco diferente e utiliza de mais ingredientes que tornam os nossos sorvetes mais cremosos e saborosos.

Ingredientes

Hoje o sorvete é feito basicamente com leite, adoçantes (açúcar ou xarope de milho) e gordura de leite. Esse ultimo ingrediente é o responsável por deixar o produto com uma textura mais macia. Dependendo do sabor também são utilizados aromatizantes para dar cheiro e sabor. Em outros casos são adicionados polpa ou suco de frutas.

Processo de produção

Os ingredientes básicos para todos os tipos de sorvete são colocados em uma máquina de grande capacidade que mistura tudo e forma a base do sorvete. Logo depois, esse creme vai para um processo que elimina todos os microrganismos, em uma temperatura de 80 graus.

Para quebrar as partículas de gordura o creme passa pela homogeneização. A massa é impulsionada por tubos fininhos sob alta pressão e é atacada por pistões que diluem a gordura, assim a massa fica homogênea.

Na maturação a massa recebe aromas e corantes naturais e fica em circulação em uma máquina resfriando, no fim o creme fica parecendo um milk shake. Em seguida o produto é levado para uma batedeira que resfria ainda mais o produto e adiciona ar à mistura.

Depois desse processo a massa tem a textura de sorvete de máquina e é nessa fase que são adicionados outros ingredientes como nozes, pedaços de frutas e outras caldas. Por fim o sorvete é embalado e congelado numa temperatura de -35 graus até endurecer.

Esse é o processo da produção de sorvete. Depois de falar tanto dessa delícia, bateu aquela vontade de um Snowfruit, né?

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *